Pular para o conteúdo da página
Brasão da PUC-Rio

Vice-Reitoria para Assuntos Acadêmicos

Prmios e Destaques Acadmicos

Por Renata Ratton Assessora de Comunicação - Vice-Reitoria para Assuntos Acadêmicos
Garotos de ouro da Matemtica

Luze Vianna e Rafael Miyazaki, da Matemtica, ficaram entre os cinco medalhistas de ouro da Competio Ibero-americana Interuniversitria de Matemtica (CIMM)

Os medalhistas Luze e Rafael junto a Daniel de la Riva, na premiao da CIMM 2017 - foto: arquivo pessoal

 

Dois alunos do Departamento de Matemtica receberam medalhas de ouro na nona edio da Competio Ibero-americana Interuniversitria de Matemtica (CIIM), no Equador. A competio rene, anualmente, cerca de 60 estudantes de pases da Amrica Latina e uma das mais importantes do meio universitrio.

Entre os cinco medalhistas de ouro da CIIM, o destaque da PUC-Rio ficou por conta da aluna Luze Mello D'Urso Vianna, a segunda melhor pontuao ao alcanar 45 dos 60 pontos possveis, seguida por Rafael Miyazaki, que chegou aos 41 pontos, conquistando a terceira colocao entre os candidatos que mais pontuaram.

- Participo de olimpadas de matemtica desde cedo. Comecei com a OBMEP (Olimpada Brasileira de matemtica das escolas pblicas) e, hoje, participo de olimpadas de matemtica universitria internacionais, como a CIIM e a IMC (International Mathematics Competition for University Students) - conta Luze.

Para ela, a participao nas olimpadas de matemtica foi to impactante que decidiu cursar Matemtica. “Eu percebi que a Matemtica no era o que eu via na escola. As olimpadas so um dos poucos incentivos ao estudo das cincias no Brasil e, por isso, eu as vejo com tamanha importncia. Elas conseguem despertar o interesse dos jovens com problemas inusitados e interessantes e ainda propem um desafio. Receber essa ltima medalha, meu primeiro ouro internacional, me fez sentir realizada e com desejo de motivar outros jovens a olhar com mais carinho para a Matemtica”, revela a aluna.

Rafael Miyazaki fez parte da equipe selecionada pela OBM (Olimpada Brasileira de Matemtica) e foi enviado ao evento com outros quatro estudantes de diferentes universidades do Pas, coordenados pelo professor Matheus Secco, doutorando em Matemtica pela PUC-Rio. Foi sua segunda ida ao Equador, a primeira foi como vice-lder da Olimpada do Cone Sul, tambm neste ano.

Fechando, literalmente, com chave de ouro, Rafael j obteve cinco dessas medalhas na Olimpada Brasileira de Matemtica, outra de ouro em Olimpada Ibero-americana de Matemtica de 2013 – ambas como aluno do Ensino Mdio – e, como universitrio, mais quatro ouros (contando o de agora), dois na CIMM e dois na International Mathematics Competition for University Students.

- Essa foi a minha ltima competio olmpica como estudante, e, portanto, muito especial. Ao longo de minha caminhada olmpica, aprendi a dar valor extremo ao empenho em busca de metas traadas para a vida, seja academicamente ou profissionalmente, e acima de tudo tive o prazer de ter contato com muitas pessoas com interesses alinhados aos meus, fazendo amigos para uma vida toda.

Ainda na CIMM 2017, o estudante Daniel de la Riva Massaad recebeu uma meno de honra e ficou entre os trs nicos brasileiros contemplados com o ttulo.



Publicada em: 20/12/2017


| Ensino, Pesquisa e Desenvolvimento | | Prmios e Destaques Acadmicos | | Rankings | | Campanhas | | Sobre a VRAC |
Busca na VRAC: