Pular para o conteúdo da página
Brasão da PUC-Rio

Vice-Reitoria para Assuntos Acadêmicos

Ensino, Pesquisa e Desenvolvimento

Por Renata Ratton Assessora de Comunicação - Vice-Reitoria para Assuntos Acadêmicos
Tecnologia da Inclusão

Plataforma HURB, em parceria com Departamento de Informática, concede bolsas a alunas de Ciência ou Engenharia da Computação – objetivo é aumentar a presença feminina em área ainda dominada pelos homens

As alunas Gabriela e Maria Eduarda: conquista para as mulheres na Computação - Foto: arquivo pessoal


O HURB – maior plataforma de viagens online do Brasil – e o Departamento de Informática (DI) da PUC-Rio fecharam uma parceria para oferecer bolsas de estudo nos cursos de Ciência da Computação e/ou Engenharia da Computação. Mulheres, especialmente aquelas que, por sua condição socioeconômica, não teriam chance de financiar seus estudos, foram as escolhidas, e já estão recebendo as bolsas neste semestre.

– Em dezembro de 2021, participei de uma reunião com o HURB, no Instituto Gênesis da PUC-Rio, onde apresentei para a Head de Education da empresa, Ana Carolina Vaz Feliciano, a iniciativa de montar parcerias para financiar bolsas de 100% ou 50%. Já no início de fevereiro, a Ana Carolina fez contato com o departamento buscando disponibilizar um número significativo de bolsas – um processo extremamente ágil possibilitado por ela e pelo time do HURB, relatou o professor Markus Endler, diretor da Informática.

Atento às parcerias com o setor empresarial, o diretor do DI, Markus Endler, valoriza o aumento da participação feminina em TI - Foto: Léo Pinheiro/ValorAtento às parcerias com o setor empresarial, o diretor do DI, Markus Endler, valoriza o aumento da participação feminina em TI - Foto: Léo Pinheiro/Valor

Foram concedidas cinco bolsas para calouras, selecionadas por meio de entrevistas presenciais e remotas – com o coordenador da Ciência da Computação do DI (Ivan Mathias), o diretor Markus Endler e a executiva do HURB. A sexta bolsa será concedida a uma aluna de segundo ou terceiro semestre do curso que demonstre bom desempenho nos estudos. Para Endler, a parceria torna possível a realização de sonhos para diversas mulheres que, agora, são parte do corpo discente do DI:

– As bolsas vão aumentar a participação feminina no setor de Tecnologia da Informação e, consequentemente, gerar oportunidades de trabalho para mulheres nesse setor predominantemente masculino, que também sofre grande impacto por falta de profissionais qualificados. Estamos muito felizes em incentivar a formação de profissionais para o setor de TI e em atrair talentos para uma área que só tende a crescer, observou Endler. Para Ana Feliciano, o grande objetivo é contribuir e preparar as mulheres na intenção de fomentar conhecimentos que impactem de forma significativa a sociedade.

Maria Eduarda Gonçalves, uma das alunas contempladas com a bolsa, disse que estudar na PUC-Rio é uma grande oportunidade de crescimento na sua vida:

– É uma política que eu apoio porque abre mais portas para aluno(as) estudarem em grandes universidades, e que deveria ser ainda mais difundida. Fico muito feliz que o HURB seja adepto dessa política. Além disso, o que me deixa mais contente é o fato de que são bolsas dedicadas especialmente a mulheres que desejam trabalhar na área de tecnologia, dominada por homens, devido às estruturas sociais. Políticas como essa, além dos movimentos sociais, ajudam a mudar essa realidade. Espero que essas iniciativas continuem, para que mais mulheres possam cursar essa área.

De acordo com Gabriela Alcântara, outra aluna contemplada, todas receberam o apoio que precisavam, tanto com as informações necessárias para a matrícula, quanto com a mentoria. "É importante que esse cenário de predominância masculina mude, e nada melhor do que começar pela base", salientou. De acordo com o diretor do DI, não estão previstas contrapartidas diretas e formais em relação ao HURB, mas a empresa vai acompanhar e realizar tutorias para as bolsistas em seus estudos.




Publicada em: 12/05/2022