Pular para o conteúdo da página
Brasão da PUC-Rio

Vice-Reitoria para Assuntos Acadêmicos

Prêmios e Destaques Acadêmicos

Por Renata Ratton Assessora de Comunicação - Vice-Reitoria para Assuntos Acadêmicos
Teses de Artes&Design e de Relações Internacionais recebem Menções Honrosas do Prêmio Capes de Teses 2021

Resultado foi divulgado no dia 3 de setembro

As teses Refúgio e Injustiça Epistêmica: Uma Análise a partir do Brasil, de autoria da professora e pós-doutoranda do Instituto de Relações Internacionais Flavia Rodrigues de Castro, sob a orientação da professora Carolina Moulin Aguiar; e Design Afirmativo em Contextos Afrodiaspóricos na Animação Seriada Brasileira, de autoria do ex-aluno de mestrado e doutorado do Departamento de Artes&Design, Sandro Lopes dos Santos, sob a orientação da professora Vera Lucia Nojima, receberam Menções Honrosas do Prêmio Capes de Tese 2021, nas áreas de Ciência Política e Relações Internacionais e de Arquitetura, Urbanismo e Design.

A tese de Flavia Rodrigues foi resultado de uma pesquisa de inspiração etnográfica sobre o refúgio como prática de injustiça epistêmica analisado por meio do universo brasileiro da elegibilidade e dos processos de produção de significados sociais. Segundo a autora, a concepção de injustiça epistêmica está relacionada a duas importantes práticas epistêmicas: produzir e compartilhar o conhecimento com outros por meio do testemunho e fazer sentidos das próprias experiências sociais.

O objetivo foi examinar a produção e a transmissão do conhecimento nos processos burocráticos da elegibilidade, isto é, na determinação do status de refugiado, e as formas de representação midiática em torno da figura do refúgio e seus sujeitos. Para tanto, a análise contou com uma pluralidade metodológica composta por trabalho de campo, através da realização de entrevistas e abordagem com corpus através do uso de softwares específicos. A partir disso, a pesquisa analisou o espaço das práticas epistêmicas que atravessam a categoria do refugiado e podem contribuir para a produção de injustiças, afetando a vida de solicitantes de refúgio e refugiados no Brasil.

Tragicamente, Sandro Lopes faleceu em abril de 2021, vítima da Covid-19. Segundo Nojima, sua tese enunciou a força de um design construído na luta, resultado da sabedoria dos movimentos negros baseados em uma cosmovisão afro-brasileira, africana e da diáspora negra, como agente difusor de ações reparativas em prol da ressignificação do que é ser negro em um contexto afrodiaspórico.

Prêmio Capes de Tese - Em sua 16ª edição, o Prêmio CAPES de Tese recebeu 1.376 trabalhos de conclusão de doutorado, defendidos no Brasil no ano passado. O processo seletivo das teses considera a originalidade, a relevância para o desenvolvimento científico, tecnológico, cultural e social do País, a qualidade e quantidade de publicações decorrentes da tese, sua metodologia, redação, estrutura e organização do texto. A iniciativa tem a parceria da Fundação Carlos Chagas, da Comissão Fulbright e da Dimensions Sciences.

Flávia Rodrigues de Castro

Possui experiência no campo da proteção e assistência a refugiados, com trabalho em organização da sociedade civil (Cáritas-Rio) e em parceria com o ACNUR. É pesquisadora no Laboratório de Humanidades Digitais da PUC-Rio (#dhLab), com ênfase em desenvolvimento de projetos e parcerias, e no Instituto de Relações Internacionais. Participa, ainda, da Cátedra Sérgio Vieira de Mello para Refugiados (CSVM) da PUC-Rio, em parceria com o ACNUR, e do Observatório de Mobilidade e Direitos Humanos (OMDH). É pesquisadora associada do CEDEPLAR/UFMG em projeto de pesquisa sobre os impactos da pandemia do COVID-19 sobre a população migrante no Brasil e na Índia, com apoio do Global Policy Institute, Queen Mary University of London. Especialista em mobilidade, direitos humanos e teoria das RI, com foco em letramento digital, etnografia e interdisciplinaridade.

Sandro Lopes dos Santos

Venceu o Prêmio Funarte Arte Negra 2012, com o projeto de animação Nana e Nilo e os Animais, foi diretor do filme Nana e Nilo e o tempo de brincar, e também do filme Se essa Rua..., curta de animação sobre cantigas de rodas realizado pela Multirio para a série de TV UniDuniTV; trabalhou ainda como animador na série Juro que Vi, no curta O Despejo... Memórias de Gabiru, na série Meu Amigãozão, e fez storyboard para a série Sítio do Pica-pau Amarelo. Além disso, realizou ilustrações de obras literárias, tais como a coleção de livros infantis Nana e Nilo, e o livro sobre temática africana Os Orixás sobre o Céu do Brasil.




Publicada em: 08/09/2021