Pular para o conteúdo da página
Brasão da PUC-Rio

Vice-Reitoria para Assuntos Acadêmicos

Prêmios e Destaques Acadêmicos

Por Renata Ratton Assessora de Comunicação - Vice-Reitoria para Assuntos Acadêmicos
Aluna da disciplina Séries Temporais, do mestrado em Engenharia de Produção, ganha prêmio do International Institute for Forecasters (IFF)

Trabalho final a respeito da previsão do consumo de energia no Nordeste, considerando os efeitos da pandemia da Covid-19, também foi escolhido para apresentação no simpósio internacional do IIF, em outubro


Fernanda Silva Nucci, aluna de Mestrado em Engenharia de Produção do Departamento de Engenharia Industrial, conquistou a classificação de estudante Star, dada pelo International Institute for Forecasters (IFF), dos EUA, a mais importante sociedade científica mundial na área de previsão.

Com o trabalho Estudo de Caso: Consumo de Energia Total – Região Nordeste – que contemplou a previsão do consumo na região considerando os efeitos da pandemia da Covid-19, Fernanda foi a melhor da turma 2020.1 na disciplina Séries Temporais, ministrada pelo professor Reinaldo Castro Souza. Desde 2017, quando a disciplina recebeu a chancela do IIF, o primeiro colocado de cada semestre é premiado com US$ 100 (cem dólares), um certificado de desempenho oficial e gratuidade de um ano como membro do Instituto.

Os métodos de previsão de séries temporais são essenciais para a tomada de decisões nos mais diversos ramos de negócios, pois, com o uso de análises estatísticas a partir de dados históricos do passado, ele permite avaliar possibilidades que ainda estão por vir.O objetivo do trabalho foi gerar um modelo de previsão adequado, considerando a realidade atual decorrente do isolamento social provocado pela pandemia da COVID-19. No trabalho, foram utilizados dados históricos da distribuição de energia elétrica na Região Nordeste de janeiro de 2004 a fevereiro de 2020, para assim estabelecer o que chamei de "efeito covid".

O estudo concluiu que, em função da pandemia, as previsões geradas em fevereiro de 2020 para os anos de 2020 e 2021, pelos modelos de previsão, tiveram que ser alteradas em função dos efeitos do isolamento social no consumo total de energia, especialmente nos segmentos industriais e comerciais.

– Em geral, o consumo de energia caiu em média 12%. Se formos considerar os consumos comerciais e industriais, esta queda fica em torno de 24%. Já o consumo residencial, devido ao isolamento social, apresentou um pequeno aumento entre 4% e 5%". Se não houvesse a pandemia, as previsões seriam mais próximas da realidade, comprovando que o modelo foi bem ajustado aos dados históricos, sublinha o professor Reinaldo Castro Souza.

Reinaldo acrescenta que o abstract do trabalho foi submetido para apresentação no International Symposium on Forecasting (ISF/2020), que seria realizado no campus da PUC-Rio em julho, mas foi adiado para outubro em versão online.

Por conta da pandemia, a disciplina – coordenada pelo Prof. Reinaldo Castro Souza, com apoio do Prof. Fernando Cyrino, ambos do Departamento de Engenharia Industrial – foi adaptada para o formato digital.

O reconhecimento internacional feito IFF equiparou a disciplina do Departamento de Engenharia Industrial do CTC/PUC-Rio à de outras 13 universidades que já receberam a chancela do IIF, tais como Oxford University (Inglaterra), The University of Sydney (Austrália), University of North Caroline, The George Washington University, Northwestern University (todas dos EUA), Université Paris/Ouest (França) e National Technical University of Athens (Grécia), entre outras.




Publicada em: 10/08/2020